Diminua as despesas administrativas da sua operadora

diminuição das despesas administrativa em operadoras de saúde

A gestão de operadoras de saúde é uma área que pode ser bastante oneorosa, mas existem algumas estratégias que podem ajudar a otimizar os recursos financeiros para a operação de planos, reduzindo os gastos de curto e longo prazo.

Veja neste conteúdo formas de diminuir a despesa administrativa da sua operadora de sáude através de uma gestão eficiente

 

Diminuição de custos em operadora de saúde

A estratégia mais conhecida e utilizada é investir em prevenção por meio de programas de promoção à qualidade de vida e prevenção de doenças. Essa ação pode reduzir a necessidade de tratamentos mais caros. No entanto, essa prática é vista como saturada, acaba não se destacando frente à concorrência. Então resolvemos trazer alguns pontos mais profundos com dicas de como diminuir despesas corporativas e melhorar a gestão de saúde da sua operadora.

Como primeiro ponto, é necessário ter técnicas e saber muito bem como negociar com os prestadores de serviços de saúde para obter melhores preços e condições de pagamento por contratação de planos. É fundamental monitorar de perto os gastos e fazer ajustes constantes para garantir a eficiência financeira da operação por serviço prestado para não prejudicar o índice de sinistralidade. 

Além disso, planilhas não padronizadas ou sistemas não integrados para gestão da operadora de consultas exames podem fazer com que a organização perca informações cruciais. Neste post veremos como indicadores de performance podem ajudar com automatização para gerenciamento da administração de produtos ou serviços inclusos em planos.

 

Automatize os processos

Para diminuir os custos operacionais através de softwares de gestão, é importante identificar os processos que podem ser automatizados e otimizados. O uso de sistemas permite maior eficiência e redução de erros. A partir deles, é possível fornecer dados valiosos como indicadores de performance automatizados de forma prática para auxiliar na tomada de decisões mais estratégicas e direcionadas.

Como identificar custos operacionais

Para conseguir identificar custos operacionais de forma eficiente, é importante saber separar o que são setores de apoio (auxiliares) dos setores de produção. Nessa metodologia, os custos precisam ser alocados e divididos ao serviço da seguinte forma:

Custos diretos: São aqueles que podem ser diretamente identificados

Custos indiretos: São alocados por meio de critérios de apropriação, estes, são alocadas através de seu indicadores

Além de dividir em diretos e indiretos, ao manusear gestão de custos, é importante fazer premissas. Ou seja, identificar as propriedades da gestão de custos que só a operadora tem, tais como: a defasagem, variáveis, dados retirados e etc.

A soma da produção médica que é o custo direto e indireto com as despesas operacionais deve trazer o custo de produzir e de disponibilizar o serviço médico da instituição para o mercado. A partir disso, conseguimos ter dados indicadores para dar o primeiro passo.

 

Software de gestão usado por mais de 30 Unimed’s pelo Brasil

A implementação de sistemas de gestão nacional de saúde seguindo padrões da agência nacional de saúde suplementar, pode ser uma maneira eficaz para redução de custos financeiros. Esses sistemas possibilitam uma melhor gestão de recursos, redução de desperdícios e maior eficiência nos processos de acesso a planos, o que pode resultar em economias significativas, principalmente para plano de saúde coletivo. Além disso, a análise de dados fornecidos pelos sistemas de gestão podem ajudar a identificar áreas de melhoria e oportunidades. Aprimorando assim, o desempenho financeiro.

 

Qual a importânica de ter um sistema de gestão?

Um sistema de gestão de custos abrangente ajuda na identificação de oportunidades de economia e controle para redução de despesa médica hospitalar desnecessária. Por exemplo, a análise de dados sobre consumo de recursos médicos pode ajudar a determinar áreas com alto desperdício, além de orientar a formulação de políticas para uso mais eficiente desses recursos.

O monitoramento contínuo dos custos também permite que os administradores identifiquem rapidamente quaisquer aumentos nos gastos e tomem medidas corretivas. Além disso, a automatização de processos administrativos pode reduzir os custos operacionais de planos coletivos por adesão.

Com políticas e tecnologias adequadas de gestão de custos, as organizações de saúde podem controlar melhor seus gastos e seus recursos limitados. 

Então, acompanhe a seguir algumas dicas práticas em que o sistema de gestão pode ser usado para diminuir despesas administrativas e ampliar as chances de obter lucros maiores para sua operadora.

 

Tecnologia para gerenciamento dos custos assistenciais

Nossos sistemas de gestão podem ajudar a detectar possíveis erros e inconsistências em operadoras de saúde com menor esforço operacional e maior otimização. Por exemplo, os sistemas de faturamento podem identificar cobranças incorretas por serviços médicos ou medicamentos. Enquanto os sistemas de controle de estoque podem, de forma rápida, detectar itens faltando ou em excesso através de um sistema de auditoria. 

Além disso, os sistemas de gerenciamento de casos, podem indicar pacientes cujo tratamento não esteja progredindo conforme o planejado. Isso pode sinalizar problemas com o diagnóstico ou plano de tratamento. 

 

Com alertas e relatórios adequados, esses sistemas permitem que os administradores de planos de saúde identifiquem e corrijam rapidamente quaisquer problemas. Reduzindo assim, os riscos de erros médicos e melhorando a qualidade do atendimento ao paciente e reduzindo significativamente as despesas da sua operadora.

Compartilhe essa postagem:

inscreva-se na nossa Newsletter

Leia mais: